Entrevista com o escritor Diego Velleno, autor de Espírito de Porco

Entrevista com o escritor Diego Velleno - Espírito de Porco - Tamaravilhosamente


Eii, pessoas maravilhosas, tudo bem? Eu estou super feliz porque hoje compartilho com vocês a segunda entrevista do blog! Desta vez, entrevistei o escritor Diego Velleno, autor do livro "Espírito de Porco". Confiram esse bate-papo maravilhoso!


Tamara (T): Olá Diego! De início, eu quero te agradecer por conceder esta entrevista ao Tamaravilhosamente. Me sinto honrada em tê-lo aqui, muito obrigada!
Diego Velleno (DV): Olá Tamara! Imagina só, a honra é toda minha, com certeza! Muitíssimo obrigado pelo convite.

T: Seu primeiro livro, o “Espírito de Porco”, acabou de ser lançado. Como foi o processo de produção? Você decidiu que estava na hora de lançar um livro e então começou a escrever focado nisso ou depois dos textos já escritos, resolveu publicar a obra?
DV: Escrever sempre foi uma válvula de escape para mim, Tamara. Não tinha a menor pretensão de publicar um livro quando escrevi tais crônicas. Estava apenas externando algo que me oprimia. Publiquei estes textos em minhas redes sociais e, para minha absoluta surpresa, foram muito bem aceitos. Somente após esses feedbacks positivos tive coragem de procurar uma editora. Enviei o material para a Multifoco em Junho do ano passado que prontamente me integrou à sua equipe de escritores.


T: Seu livro é uma coletânea de crônicas. Esse sempre foi seu gênero favorito ou você já pensou em escrever outro gênero literário?
DV: Na verdade, meu gênero literário favorito é poesia. É justamente por isso que tento encaixar uma abertura poética em todos os meus textos. Muitas vezes, uma boa poesia pode ser mais envolvente e sedutora que uma série inteira de livros.

T: E o que os leitores podem esperar de “Espírito de Porco”?
DV: Ao ler resenhas sobre o meu livro, algumas palavras já se tornaram bastante familiares, tais como “macabro”, “sombrio” e “assustador”. De certa forma, todas retratam bem o conteúdo da obra mas prefiro me referir ao “Espírito de Porco” como um livro melancólico e poético onde trato de assuntos como a morte e a saudade. O mais importante para mim é instigar e provocar o leitor.

T: O que te inspira escrever? Você costuma parar para escrever ou os textos surgem voluntariamente?
DV: Sempre fui fascinado pelo lado frágil do ser humano e, quando escrevo, deparo-me com minha própria fragilidade. Este autoconhecimento é sem dúvida o que mais me inspira. Pode parecer piegas mas durante a escrita, encontro meu verdadeiro mundo interior e, para alcançar tal concentração, preciso sim de um momento apenas dedicado a isto.

T: Seu sobrenome verdadeiro não é Velleno, de onde surgiu esse nome de escritor? Pode nos contar ou era segredo? rsrs
DV: Este é um mistério guardado a sete chaves. Acho que ficarei te devendo essa! Haha

T: Você é bem jovem (é mais novo que eu, gente! Rsrs), acredita que o universo literário tem certo preconceito com jovens escritores ou isso na verdade favorece? 
DV: Amei a pergunta Tamara! Penso que ainda existe sim uma barreira quando falamos de jovens escritores. Muitas pessoas acreditam que a juventude está perdida e que a mesma simplesmente não se importa com a cultura de um modo geral. Apesar dos olhares um pouco frustrados de alguns ao descobrirem minha idade, vejo meus 22 anos como algo positivo em minha carreira. 

T: Qual mensagem gostaria de deixar para os leitores do Tamaravilhosamente?
DV: Bom, gente, espero que tenham gostado de conhecer mais sobre mim  (sei que não sou a pessoa mais interessante do mundo, mas fiz o meu melhor, juro! Haha). O “Espírito de Porco” é uma realização incrível e que me dá muita força para prosseguir neste meio tão competitivo. Minha última mensagem é uma frase de minha autoria que deixo como reflexão para vocês e espero que ajude de alguma forma: “Sinto-me como um velho pergaminho que se desfaz com o tempo. Portanto, salva meus dizeres e reescreva-me em novas poesias! Tua letra estará em mim ou não mais existirei.”

T: Muito obrigada, Diego. Adorei nosso bate-papo! Desejo que sua carreira como escritor atinja altos níveis. Parabéns, mais uma vez, pela publicação de “Espírito de Porco”.
DV: Te desejo todo sucesso do mundo Tamara! Estarei sempre à disposição! Grande abraço para você e todos os seus leitores.


Não falei que a conversa era maravilhosa? Eu amei! <3 E vocês? Também gostaram da entrevista? Não deixem de comentar. Conheçam mais sobre o escritor Diego Velleno através das redes sociais: FACEBOOK | INSTAGRAM
E se quiserem adquirir o livro "Espírito de Porco", procurem a Livraria Cultura mais próxima ou entrem em contato diretamente com o autor pelo e-mail diegovelleno@outlook.com.

Beijos e até mais!

CONVERSATION

4 comentários:

  1. Oi Tamara,
    Que entrevista legal, eu amei. Gosto de livros de cronicas, obrigada pela indicação.
    Beijos e sucesso em seu trabalho. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Ju! Eu também amo crônicas, poesias... amo o universo literário rsrs
      Imagina, eu que agradeço pelo comentário. Fico feliz por você ter gostado da conversa! Beijos!!! Volte sempre!

      Excluir
  2. Olá Tamara, amei a entrevista, gostei muito de conhecer um pouco mais sobre o Diego. Aguçando a curiosidade em relação ao livro.
    Um abraço!!! Paz e Luz!!!

    ✿Te Marquei em uma tag, visita lá.

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Anna! Muito obrigada pelo comentário, que bom que gostou!
      Já vi a tag lá, em breve responderei, obrigada por indicar! beijos! Volte sempre!

      Excluir

♡ Obrigada por sua visita!
♡ Não esqueça de comentar, sua opinião é muito importante para mim. :)
♡ Marque a opção "notifique-me" para receber sua resposta por e-mail! ;)
♡ Siga o blog e as redes sociais para ficar por dentro das novidades!
♡ Volte sempre!

Voltar
ao topo