Entrevista com a escritora Ludmila Clio, autora de Sem Filtro na Veia e Febríssima

Entrevista com a escritora Ludmila Clio - Tamaravilhosamente
Foto feita  pela Ludmila Clio com exclusividade para o Tamaravilhosamente *-*

Oiii, pessoas maravilhosas, tudo bem? Hoje vou compartilhar a entrevista que fiz com a escritora Ludmila Clio, autora de "Sem Filtro na Veia" e "Febríssima". Preciso dizer que a Lud é minha escritora favorita e amiga. Me orgulho demais dela e espero que vocês gostem desta entrevista.
Para conferir algumas das poesias da Ludmila, acessem seu Blog Copo de Letras e curtam sua página no Facebook. No final vou falar como adquirir os livros dela!  


Tamara (T): Ei, Ludmila! Primeiramente, te agradeço por conceder esta entrevista ao Tamaravilhosamente. Eu não poderia começar com outra entrevistada, muito obrigada!
Ludmila Clio (LC): Ah, Tamara, estou lisonjeada por ser a estreante! Espero que seja um começo feliz e promissor para o teu blog!

T: Quem te acompanha sabe que você respira (e transpira) poesia. Mas já pensou em escrever outro gênero literário ou já escreveu?
LC: Pensar, eu já pensei. Queria muito escrever uma trama, talvez um drama ou romance, daqueles de mais de cem páginas, cheio de suspense, mas não é minha praia, eu ainda não tive uma ideia incrível para escrever algo tão grande. Mas adoraria.

T: Seu segundo livro acabou de "nascer". Acha que a "gestação" deste segundo "filho" foi mais difícil do que a do primeiro? Conte-nos um pouco. 
LC: Com toda certeza sim. O primeiro livro, o “Sem Filtro na Veia” nunca foi planejado, ele aconteceu. Eu me inscrevi na Lei Rubem Braga (lei municipal de incentivo à cultura), em Cachoeiro de Itapemirim/ES, minha cidade natal, e fui contemplada. Daí a coisa aconteceu porque tinha que acontecer, eu tinha que ir até o fim. Não havia pressão alguma, o livro foi todo custeado pela Lei RB, então eu só tive que selecionar os poemas e me adequar à verba disponível. Foi como uma brincadeira séria, eu passei o processo sem me dar conta do que realmente estava para acontecer. Já o “Febríssima” foi planejado, sonhado. Custou caro, precisei promover uma pré-venda para conseguir pagar a editora antes da edição do livro. Ademais, ele veio com a cobrança natural de todo segundo trabalho. O primeiro agradou, então a pressão sobre o segundo veio decuplicado. E admito que essa pressão partiu muito mais de mim que de qualquer outra pessoa, sou autocrítica e exigente comigo. Foi um processo de um ano sofrido, angustiante, mas delicioso também, por ser desafiador.

T: Você é daqui de Cachoeiro de Itapemirim/ES, hoje mora em Campinas/SP. Tem algum plano de mudar de cidade novamente? 
LC: Sim. Sinto que Campinas é a ponte, não o destino. Ainda não faço ideia de onde vou parar (se é que vou parar, rs), mas preciso morar perto do mar. Mas por ora, o plano é ficar por aqui pelo menos até início de 2019, por motivos pessoais.

T: Você consegue separar a Ludmila-mãe, a Ludmila-amiga, a Ludmila-escritora? Ou estão todas conectadas, uma influenciando a outra? 
LC: Não consigo separar uma da outra não. Apesar das múltiplas funções, minha essência é a mesma e isso se manifesta em cada papel da minha vida.

T: Para você, a arte imita a vida ou a vida imita a arte? (Não revire os olhos, eu tive que fazer essa pergunta rsrs). 
LC: Imagina se vou revirar os olhos! Bem, eu acredito que a arte imita a vida. A vida é extraordinariamente criativa e imprevisível, e a arte (por mais criativa e imprevisível que seja), se baseia na vida, ainda que inconsciente e involuntariamente. A vida é a matéria-prima da arte.

T: O que a Ludmila de "Sem Filtro na Veia" diria para a Ludmila de "Febríssima"?
LC: Não repita a fonte que eu usei no “Sem Filtro na Veia”. Seja mais simples e objetiva.

T: Você é muito musical (suas tatuagens e seu passado de pianista dizem isso rsrs). Tem mania de escrever ouvindo música ou prefere o silêncio neste momento?

LC: Isso pode soar uma contradição, mas apesar de eu ser profundamente musical, preciso do silêncio absoluto para escrever. Quando vou escrever, me isolo, desligo e me desligo de tudo. Qualquer som ou ruído me atrapalha e desconcentra.

T: Qual pergunta nunca te fizeram mas você gostaria muito de responder? Pode respondê-la aqui!  
LC: Eita! Melhor não, haha!

T: Qual mensagem gostaria de deixar para os leitores do Tamaravilhosamente?
LC: Que procurem sempre as coisas mais simples da vida, que estejam atentos aos detalhes, aos sons, às cores, aos silêncios. Que se mexam, que se retirem dos lugares e das situações que os fazem sofrer, que os incomodam, porque só temos uma vida e não é inteligente viver amordaçado, preso ou simplesmente “levando”. Que andem no Sol, que contemplem as nuvens, o rosto das pessoas, o mar, o céu entre os prédios de onde moram. Ainda há beleza entre os concretos, basta permitir-se a contemplação. Por fim, que mantenham sua alma gentil. Em quaisquer circunstâncias, mantenham sua alma gentil.

T: Muito obrigada, mais uma vez. Adorei esse momento. Você sabe que é minha escritora favorita e te desejo muito sucesso sempre. Que Deus continue abençoando sua vida por completo! E estou pensando em fazer uma resenha do "Febríssima", o que acha?
LC: Amém, obrigada! Não vejo a hora de ler uma resenha assinada por você! Só peço que não leve em conta a parte que disse que sou sua escritora favorita, e que seja imparcial. Preciso desse feedback!


Entrevista com a escritora Ludmila Clio - Tamaravilhosamente




E aí gente, gostaram da entrevista? Não deixem de comentar me dizendo o que acharam e se devo fazer mais entrevistas aqui no blog. 
Se vocês quiserem adquirir os livros da Ludmila, podem entrar em contato diretamente com ela pelo e-mail ludmilaclio@hotmail.com ou mandem mensagem nas redes sociais: Facebook| Instagram| Twitter. E, claro, acessem o Copo de Letras para lerem as poesias dela.  

Super beijo e até mais!
Tamara assinatura - Tamaravilhosamente






CONVERSATION

11 comentários:

  1. Oláá Tami, tudo bem??
    MINHAS LINDAS ARRASAM!!!!
    Essas duas me enchem de orgulho. <3
    Amei o post, as perguntas, as respostas, a blogueira e a autora!
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha minha maninha, muito obrigada!!!
      Você também nos enche de orgulho e inspiração!
      Obrigada por fazer parte das nossas vidas. Super beijo! Deus abençoe você! <3 :*

      Excluir
    2. Ah, Elô!! Viu como a Tamara mandou super bem nas perguntas?? Obrigada pelo carinho, espero tão logo fechar uma entrevista contigo também. Beijão!!

      Excluir
  2. Adoreiii a entrevista,parabéns as duas. Beijos 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Jeh, que bom que gostou da entrevista! Obrigada, querida!
      Volte sempre aqui! <3 :*

      Excluir
    2. Obrigada, Jéssica! Foi um bate bola bacana! Beijão!!

      Excluir
  3. muito bom! escrever um livro é realmente um sonho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Donna, sonhos se realizam. Torne-os projetos e vamos à luta!

      Excluir
    2. Ei Donna, obrigada por seu comentário!
      Concordo com a Lud, sonhos se realizam. Não desista dos seus! Beijos! Volte sempre! <3 :*

      Excluir
  4. Super bacana a entrevista!
    Vem fazer uma visitinha no meu blog!
    Beijinhos
    Blog|Fanpage|Instagram|Youtube|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eii Jana, que bom que gostou! Obrigada por está aqui. Claro que vou visitar seu blog também. Beijos! Volte sempre! <3

      Excluir

♡ Obrigada por sua visita!
♡ Não esqueça de comentar, sua opinião é muito importante para mim. :)
♡ Marque a opção "notifique-me" para receber sua resposta por e-mail! ;)
♡ Siga o blog e as redes sociais para ficar por dentro das novidades!
♡ Volte sempre!

Voltar
ao topo